Eventos anuais

MONTEMOR-O-VELHO 
 
Festival internacional de teatro
Festival Montemor Medieval
Procissão do Sr. dos Passos, realiza-se no Domingo de Ramos 
Feriado Municipal a 8 de Setembro
Festas Concelhias, com início no final de Agosto até meados de Setembro.
Feira do Cavalo, integrada nas Festas, realiza-se nos finais de Agosto e meados de Setembro
Festejos em honra de Nossa senhora da Paz, realizam-se em Janeiro - Moinho da Mata
Festas em honra do Sr. dos Aflitos, realizam-se no 1º fim de semana de Outubro - Quinhendros
Festas em honra de Santo António - Casal do Raposo
Feira Quinzenal, realiza-se quinzenalmente às quartas-feiras.
Feira Anual (Feira das Cebolas) a 8 de Setembro
CITEMOR - Festival de Teatro (realiza-se entre Julho e Agosto).
.
GATÕES
Festas em honra de Nossa Senhora das Virtudes - Fevereiro, no Casal de Nossa Senhora
Festas em honra de São Jorge, a 23 de Abril, na Capela com a mesma invocação.
 
AS FEIRAS DE MONTEMOR-O-VELHO
 
As feiras são a nota mais viva, o índice mais seguro do quotidiano de um povo. A Vila de Montemor-o-Velho mantém, ainda hoje, duas feiras, de existência bem recuada no tempo e de extrema importância para a vida do Concelho.
A Feira Anual realiza-se no dia 8 de Setembro, dia de Nossa Senhora da Natividade e teve a sua origem, provavelmente, na festa que nesse dia se realizou durante muito tempo no Hospital de Nossa Senhora de Campos e que envolvia toda a população da Vila.
Além da Feira Anual, existe uma feira quinzenal, à quarta-feira. Augusto Nunes Pereira, em 1933, referia-se a esta feira assim: “a quarta-feira em que há feira é quarta-feira casada; aquela em que não há feira é quarta-feira solteira. (…) O cereal entra no mercado entre as sete e as oito horas (…) Às onze horas está terminada a feira dos cereais. (…) É agora a ocasião mais movimentada. As mulheres passam umas pelas outras, com cestas à cabeça, e na cesta a mercadoria já comprada; misturam-se as cores dos trajes contrastando os escuros dos gandareses com os berrantes da Carapinheira, do Moinho da Mata, de Pereira, de Formoselha e de outras terras. Entre a algazarra sobressaiem os gritos dos leiloeiros e dos vendedores ambulantes, ou a estafada arenga dos charlatões aos simplórios que os escutam”.  
Nestas feiras, podemos encontrar os mais variados produtos, desde cereais, legumes e outros alimentos, até roupa, artigos para o lar, móveis e ferramentas agrícolas, entre outras.
 
FEIRA ANUAL
 
A Feira Anual realiza-se no dia 8 de Setembro, dia de Nossa Senhora da Natividade e teve a sua origem, provavelmente, na festa que nesse dia se realizou durante muito tempo no Hospital de Nossa Senhora de Campos e que envolvia toda a população da Vila.
Um dos objectivos desta Feira é possibilitar a realização de actividades conducentes ao desenvolvimento económico, cultural e social, na área do município e em regiões mais vastas que partilhem idênticas actividades económicas.
Pretende-se igualmente conjugar interesses no sentido de tornar a região mais dinâmica através da realização de uma acção que certamente contribuirá para a mobilização dos agentes económicos e valorização das potencialidades locais, numa área em que a pequena dimensão e fragmentação das explorações levanta dificuldades acrescidas.
A Feira Anual de Montemor-o-Velho, tem como vector principal o apoio ao sector primário da região, ao integrar a Feira do Cavalo, mostra de produtos locais, exposição de alfaias, máquinas e produtos para a agricultura, actividades culturais e recreativas entre outras. Ao longo das últimas edições têm-se observado uma crescente adesão por parte de visitantes e expositores/participantes, levando a que uma realização com estas características tenha ganho uma importância crescente. Esta projecção ficou bem patente na edição do ano transacto com um grande número de visitantes à Feira das Associações e das Tasquinhas e à Feira do Cavalo.
As “Feiras” atrás mencionadas, bem como a Feira das Cebolas (as populações aproveitam para vender cebolas em grandes quantidades) e a Feira dos Farrapos (são vendidas roupas em segunda mão, não só pela população local, mas também por pessoas de toda a região), são parte integrante da Feira Anual.
Convém mencionar que devido à sua antiguidade e tradição, a Feira Anual é conhecida entre as gentes desta terra, como a Feira das Cebolas, ou, Feira dos Farrapos.